Carregando...

Como os perfumes são feitos?

Os perfumes são geralmente usados para presentear alguém em praticamente qualquer ocasião, afinal, quem não gosta de sentir um cheiro agradável? Com poucos esguichos, você pode ficar com um bom aroma durante o dia inteiro, além do fato de que um frasco de perfume pode durar meses. Mas você sabe como eles são fabricados? Continue lendo esse post e descubra quais são os processos utilizados em sua produção.

Os perfumes líquidos consistem basicamente em três ingredientes principais: álcool, água e óleos essenciais. No entanto, existem milhares de outros ingredientes que os fabricantes de perfumes podem usar com o objetivo de criar características aromáticas bem específicas. Muitas vezes, a fórmula exata para a fabricação de um perfume é um segredo muito bem guardado pelas empresas de cosméticos.

Alguns óleos essenciais são fabricados em laboratórios, enquanto outros são extraídos naturalmente de plantas e flores. Os fabricantes utilizam uma variedade de métodos para extrair óleos essenciais da natureza, incluindo a ebulição, destilação a vapor, extração com solvente e maceração.

Você pode estar agora se perguntando: por que os fabricantes de perfumes diluem os óleos essenciais com água e álcool? Eles estão tentando “adulterar” o produto para render mais? Bem, na verdade tanto a água quanto o álcool  são totalmente necessários, já que os óleos essenciais costumam ser tão concentrados que adquirem um cheiro quase insuportável na sua forma bruta. Misturá-los com água e álcool ajuda a espalhar os aromas de uma forma mais uniforme, criando assim uma experiência mais agradável para o cliente.

Ao longo dos anos, os fabricantes de perfumes perceberam que seria necessário desenvolver três classes olfativas para classificar o grande número de combinações que esses produtos podem proporcionar. Por isso, cada perfume é classificado em alguma das seguintes notas olfativas: notas de topo/cabeça (o aroma é notado logo após a aplicação do perfume sobre a pele), notas de meio/coração (emergem ao ofato após a evaporação após um certo tempo) e notas de base/fundo (surgem depois das notas de coração e seu aroma permanece por muito mais tempo depois da aplicação).

Além disso, os perfumes podem ser classificados em vários níveis de acordo com a porcentagem da concentração de óleos essenciais na sua composição. Seguindo a ordem do mais diluído para o mais forte, a sequência é determinada por: Eau Fraiche (1% a 3%), Eau de Cologne (2% a 4%), Eau de Toilette (5% a 15%), Eau de Parfum (15% a 20%) e Perfume (20% a 30% de essência pura).

Agora que você já conhece os processos químicos que envolvem a produção dos perfumes, você pode usar as informações obtidas na próxima vez que for comprar esses produtos por aí.