Carregando...
  • Óleo Resina Vegetal de Copaíba Bálsamo 60ml - Aromalife

COPAÍBA BÁLSAMO ÓLEO RESINA VEGETAL 60ML - AROMALIFE

Cód.: 2754
Por: R$ 39,20
A copaibeira é nativa em muitos países da América do Sul (Brasil, Colômbia, Venezuela, Guiana, Argentina, Paraguai, entre outros) e possui diversas espécies, sendo a Copaifera officinalis, L. Copaifera reticulata Ducke e a Copaifera langsdorfii as mais comuns. No Brasil, a da Amazônia tem melhor reputação sobre as demais devido a sua composição e propriedades medicinais. Seu principal produto é o bálsamo de copaíba.

Sua forma de extração é única e recebeu o nome de extração racional por preservar seu tronco, não necessitando a derrubada da árvore. Apenas a perfuração em dois locais na árvore, possibilitando a exsudação através de canos pvc que, após a extração, são vedados e apenas reabertos na próxima extração. Uma vez extraído seu bálsamo, a árvore necessita de tempo para se recompor, o que varia de árvore para árvore, bem como não há como precisar o rendimento de cada árvore após a primeira extração. Sua cor também varia de acordo com a espécie, sempre transparente, indo do amarelo claro ou marrom ou avermelhado.

Em sua composição encontram-se principalmente beta-cariofileno - com reconhecidas ações anti-inflamatória, antibacteriana, antifúngica e antiedêmica (edemas) - o beta-bisaboleno (anti-inflamatório e analgésico), alfa-humuleno, beta-selineno, alfa-bisabolol, beta-elemeno, gama-cardineno, alfa-cadinol, etc.

Como principais propriedades, possui ação anti-inflamatória, cicatrizante, antisséptica, antitumoral, antibacteriano, germicida, expectorante, diurético e analgésico. Outras são: antiviral, antidiarreica, antirreumática, anti-hemorrágica, antitetânica, estimulante e afrodisíaca, entre outras, sendo aplicado sobre a pele contra psoríase, urticárias e eczemas, no trato respiratório para pneumonia e bronquite, dores reumáticas, inflamações na garganta, hemorragias, sífilis, leishmaniose, picada de cobra, etc.

A copaibeira é nativa em muitos países da América do Sul (Brasil, Colômbia, Venezuela, Guiana, Argentina, Paraguai, entre outros) e possui diversas espécies, sendo a Copaifera officinalis, L. Copaifera reticulata Ducke e a Copaifera langsdorfii as mais comuns. No Brasil, a da Amazônia tem melhor reputação sobre as demais devido a sua composição e propriedades medicinais. Seu principal produto é o bálsamo de copaíba.

Sua forma de extração é única e recebeu o nome de extração racional por preservar seu tronco, não  necessitando a derrubada da árvore. Apenas a perfuração em dois locais na árvore, possibilitando a exsudação através de canos pvc que, após a extração, são vedados e apenas reabertos na próxima extração. Uma vez extraído seu bálsamo, a árvore necessita de tempo para se recompor, o que varia de árvore para árvore, bem como não há como precisar o rendimento de cada árvore após a primeira extração. Sua cor também varia de acordo com a espécie, sempre transparente, indo do amarelo claro ou marrom ou avermelhado.

Em sua composição encontram-se principalmente beta-cariofileno - com reconhecidas ações anti-inflamatória, antibacteriana, antifúngica e antiedêmica (edemas) - o beta-bisaboleno (anti-inflamatório e analgésico), alfa-humuleno, beta-selineno, alfa-bisabolol, beta-elemeno, gama-cardineno, alfa-cadinol, etc.

Como principais propriedades, possui ação anti-inflamatória, cicatrizante, antisséptica, antitumoral, antibacteriano, germicida, expectorante, diurético e analgésico. Outras são: antiviral, antidiarreica, antirreumática, anti-hemorrágica, antitetânica, estimulante e afrodisíaca, entre outras, sendo aplicado sobre a pele contra psoríase, urticárias e eczemas, no trato respiratório para pneumonia e bronquite, dores reumáticas, inflamações na garganta,  hemorragias, sífilis, leishmaniose, picada de cobra, etc.

(Referências bibliográticas: Pieri, F.A.; Mussi, M.C.; Moreira, M.A.S., - Óleo de Copaiba (copaifera sp.): histórico, extração, aplicações industriais e propriedades medicinais.

Mais informações: Copaíba: BOAS PRÁTICAS PARA O EXTRATIVISMO SUSTENTÁVEL ORGÂNICO, Caderno do Extrativista - Ministério do Meio Ambiente

avaliação do produto